fbpx

Como podemos ajudar?

<Todos os tópicos
Impressão

Quais produtos vender pela internet?

Uma super loja, desenvolvida na mais moderna plataforma e-commerce e com produtos de pouco potencial, certamente terá dificuldades em vender. Então o que fazer, quais produtos vender pela internet?

Obviamente a tecnologia utilizada em sua loja virtual é determinante para gerar vendas, mas a combinação perfeita não se restringe a escolha de uma boa plataforma.

Loja virtual de qualidade superior + Produtos sem potencial = Pouquíssima conversão

Produtos de qualidade + Loja virtual mediana = Vendas medianas

Loja virtual de qualidade superior + Produtos com potencial = Combinação perfeita

Os produtos ideais para vender pela internet podem ser escolhidos a partir de algumas avaliações básicas:

1) Preço

Com o advento das ferramentas comparadoras, o preço é fator determinante para identificação de produtos com potencial de vendas. O produto que você pretende vender pela internet possui preço competitivo? Existe margem sadia para eventuais ações promocionais?

Ao mesmo tempo que seu produto precisa ter preço competitivo, você tem que avaliar bem o valor individual de seu produto. Exemplo: Uma meia de R$ 5,00 terá o mesmo esforço para ser despachada do que uma saia infantil de R$ 95,00. Ou seja, você até pode vender meias, mas nesse caso você deverá ter mecanismos e estrutura para realizar sua venda em GRANDE volume.

Lembre-se:você concorrerá com os maiores, então a comparação dos preços será em nível nacional.

2) Custo de frete e disponibilidade

O produto que você pretende vender pela internet é fácil de ser despachado pelos Correios? Você possui disponibilidade imediata da mercadoria?

Lembre-se que existe uma tendência forte das grandes lojas de trabalhar com o estoque de terceiros, isso faz com que sua loja tenha um diferencial competitivo caso conte com disponibilidade imediata. A combinação preço atraente + disponibilidade imediata costuma ser imbatível.

3) Preços das palavras-chaves relacionadas

Você precisa saber identificar o nível de concorrência e o custo CPC médio das palavras-chaves que pretende usar nos seus anúncios em mecanismos de busca. Nos dias atuais é complicado encontrar nichos sem disputa, então é fundamental que você analise o tamanho dessa disputa.

Algumas ferramentas lhe auxiliarão nesse processo. Recomendamos o uso da ferramenta paga SemRush . Ela possui um excelente banco de dados de análise no Google Brasil e através dela é possível visualizar uma estimativa de custo por clique (CPC) para cada palavra-chave. Além disso, você poderá verificar boa parte das palavras-chaves e anúncios utilizados por seus concorrentes.

4) Fabricação própria

Com o preço do dólar disparado e a demora para recebimento de uma compra internacional, os produtos chineses tem perdido um pouco de sua força de vendas. Com isso, o produto interno fabricado no Brasil ganhou ainda mais competitividade e caso você tenha fabricação própria, certamente terá um grande diferencial no mercado.

5) Venda intimista

Tente comercializar produtos que você consiga realizar uma venda consultiva através de chat ou telefone. Exemplo: Caso queira vender uma TV de 100, você poderia oferecer consultoria no processo de compra. Tudo para se aproximar do seu cliente. Lembre sempre que quanto maior a loja concorrente, mais distante ela é do seu público consumidor. Então use isso a seu favor selecionando produtos que você possa oferecer um serviço agregado diferenciado e se aproxime de seu consumidor.

6) Produtos com potencial de viralização

Produtos com algum chamariz que incentivará naturalmente seus clientes a compartilhá-los em redes sociais.

Alguns chamarizes: lançamento exclusivo, preço imbatível, entrega no mesmo dia, compre 1 leve 2, etc.

Normalmente estes produtos possuem margem menor mas demandarão menos investimento para serem vendidos.

7) Diversificação dentro de um nicho

A especialização de seus produtos é outra forma de se diferenciar dos grandes. No mundo físico você vai preferir comprar um móvel para sua sala em uma loja especializada e com preço competitivo.

O motivo é simples, em uma loja especializada você terá mais opções para escolher.

Quando falamos de uma loja virtual, sempre que você abrir uma nova categoria de produto, procure diversificar ao máximo os produtos dentro dela. Em uma regra geral mais vale você ter uma loja com 50 itens especializados em um nicho (roupas animal print por exemplo), do que uma loja com 3 brinquedos, 2 bolsas, 3 camisetas,…

Faça sua loja ser especialista em um nicho que lhe permita ter boa margem e boas vendas!

Anterior Eu Troco e você Troca?
Sumário